Justiça multa responsáveis por canil no Rio de Una | Jornal VOZ de IBIÚNA

Justiça multa responsáveis por abandonar animais em canil no Rio de Una

A proprietária de um canil particular localizado no bairro Rio de Una – onde seis cachorros foram encontrados abandonados, com sinais de maus tratos, sem comida ou água – foi condenada a pagar R$ 5 mil de multa, por conta do episódio, que foi descoberto em março deste ano. Um suposto ex-funcionário da proprietária também foi condenado a pagar multa de R$ 3 mil por abandono dos animais em condição de miséria.
Manifestantes compareceram à frente do Fórum exibindo faixas durante o julgamento. Lecir Eveline, 35 anos, presidente da Organização dos Protetores de Animais de Ibiúna (OPA!) foi uma das organizadoras do ato. Segundo ela, o trabalho deles como ONG são conscientizar as pessoas sobre o cuidado com os animais por toda a cidade.
A proprietária do imóvel onde os animais foram encontrados negou que o local fosse um canil, mas um espaço que ela tinha para os cachorros dela. “O canil nunca ficou largado, porque eu sempre dei alimentação, sempre paguei de tudo”, afirmou a proprietária.
Ela conta que estava mudando de casa e por fazer o tratamento com seu filho depois de descobrir autismo delegou a função de cuidar do canil para, até o momento da denúncia, seu funcionário. “Se eu não confiar por um mês ou um mês e pouco em um funcionário que prestava serviços para mim durante seis anos, para que ele cuidasse do que ele tem que cuidar é complicado”, justificou.

Comments

comments

Postado em 8, novembro, 2017