Jovem morre após o parto e causa comoção - Jornal VOZ de IBIÚNA

Jovem morre após o parto e causa comoção

Vivian Caroline de Mello, de 22 anos, morreu a caminho de Sorocaba, na noite da última terça-feira (28), depois de ter seu filho na maternidade de Ibiúna. O fato ganhou repercussão na região. A TV Sorocaba (SBT) esteve na cidade para gravar imagens e divulgar o caso, além de entrevistar diversas mulheres que reclamaram das condições da Maternidade e da Casa da Gestante de Ibiúna recentemente.

Segundo informações, Vivian completou 09 meses de gestação no último dia 27 e realizou o parto na maternidade do Hospital Municipal de Ibiúna. Após o nascimento do bebê, a jovem apresentou complicações e teve de ser transferida ao Hospital Regional de Sorocaba. No caminho, segundo boletim de ocorrência registrado pela mãe da jovem, ainda em Sorocaba, Vivian acabou falecendo.

Segundo o Boletim, divulgado pelo jornal Gazeta de Ibiúna, registrado na madrugada do dia 1º, a mãe da jovem, Dirce de Oliveira da Silva, relata que sua filha foi submetida a Histerectomia, que consiste na retirada do útero. Ainda de acordo com o B.O., o médico solicitou a transferência da paciente, com urgência, até a UTI Regional. No trajeto de Ibiúna até Sorocaba, a vítima teve hemorragias, parada cardiorrespiratória e deu entrada no Hospital de Sorocaba já sem vida.

O prefeito João Mello (PSD), que é médico, postou uma mensagem de pesar nas redes sociais: “Ontem (1.3) encerrei meu dia no Hospital de Ibiúna, acompanhando de perto uma paciente que teve uma intercorrência na hora do parto e que desencadeou complicações importantes. O episódio me deixou extremamente comovido; por isso, fiz questão de ficar no hospital para entender o caso e dar todo apoio necessário naquele momento. Gostaria de manifestar minha solidariedade e meu mais profundo pesar à família e aos amigos da mãe atendida…”.

Na mensagem, o prefeito prometeu ainda realizar, pessoalmente, a gestão da maternidade de Ibiúna. Em um site da internet, em que a mensagem foi reproduzida na integra, o professor Eliezer Enrik Galo questionou a posição do prefeito somente após o ocorrido. “Prefeito anuncia gestão das maternidade? Mas isso já era pra ser responsabilidade dele desde 1º. de janeiro?”, perguntou.

Na entrevista concedida ao SBT de Sorocaba, na tarde de hoje (3), Mello informou que, somente neste ano, foram quatro óbitos no hospital. Além de Vivian, três recém nascidos morreram na maternidade de Ibiúna. João prometeu que, mesmo sem ter ainda a apuração se houve ou não erro médico, a equipe ginecológica e obstetra da maternidade será substituída.

 

 

Postado em 3, março, 2017

Comente!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>