Requerimentos barrados na Câmara irritam vereador | Jornal VOZ de IBIÚNA

Requerimentos barrados na Câmara irritam vereador

O vereador Charles Guimarães (PSL), de oposição ao atual prefeito João Mello (PSD), disse estar irritado com os pedidos de informações, que seriam encaminhados a Prefeitura, mas tem sido barrado pelo vereador Abel Rodrigues de Camargo, o Abel do Cupim (Sdd), líder do governo João Mello na Câmara, com pedido de discussão. No procedimento, o vereador faz um requerimento solicitando informações à Prefeitura. Para tardar o envio do documento ou impedi-lo de chegar ao prefeito, Abel tem solicitado a discussão. Esse procedimento chega a tardar anos para que o documento seja discutido e, com isso, os vereadores e a população ficam sem as informações.

Entre as questões, Charles já pediu cópia de contratos sem licitação e justificativas, por parte da prefeitura, para realizar o procedimento de dispensa de licitação, como no transporte escolar e na contratação do transporte coletivo. Charles também questionou a Prefeitura de Ibiúna sobre a falta de AVCB – Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros em prédios públicos, como hospital e o Paço Municipal. Charles também teve pedido de discussão do requerimento que solicitava informações sobre o contrato com a Associação Consórcio de Empreendedores Sociais (Coesa), cujo presidente da instituição seria Paulo Sérgio Niyama, conhecido como Paulinho da Saúde. Ele também pediu informações do contrato com a DroLad, que auxilia na administração do hospital municipal, com valores que passam de R$ 16 milhões no ano, mas, para Charles, o atendimento na saúde não tem apresentado bons resultados.

Outro requerimento solicitado por Charles, pedido discussão por Abel, refere-se a locação de imóveis para abrigar a Prefeitura, como do shopping da cidade, cujo valor é de aproximadamente R$ 500 mil por dois anos, alugado recentemente. O questionamento sobre projeto de Lei, aprovado em urgência, para parcelamento de dívida com a Sabesp, num montante de R$ 7 milhões, também foi alvo do pedido de discussão por parte do vereador Abel.

Em março, Charles havia questionado o fato de o prefeito ter realizado diversas nomeações de parentes para cargos estratégicos da administração, como irmão, primos e cunhados. No entanto, o requerimento aguarda discussão na Câmara depois do pedido de discussão.

No passado, na gestão do ex-prefeito Fábio Bello de Oliveira (PMDB), Abel teria, por diversas vezes, se irritado com o líder de governo à época, Devanir Andrade (PMDB) por ele barrar os requerimentos. Ao jornal, Abel disse que o atual prefeito está a disposição de todos os vereadores, para qualquer informação sobre contratos, dúvidas, etc. “Na discussão, como Líder do Governo, posso argumentar mais alguma coisa no requerimento, mas tem alguns vereadores que preferem colocar requerimento do que dialogar com o prefeito, que está à disposição dos vereadores e de todo cidadão”, justificou Abel.

O vereador defendeu o prefeito João Mello: “A diferença é que o ex-prefeito estava no terceiro mandato e o atual está há cinco meses apenas. Pegou uma prefeitura com dividas e já fez muitas coisas boas aos munícipes, melhorando o hospital, estradas, transporte público que era a acessibilidade zero e hoje é 100% de acessibilidade. E acreditamos que nos próximos anos iremos melhorar muito mais”.

Sobre a transparência do governo, Abel disse que o prefeito João Mello tem sido transparente, “estando sempre nas redes sociais dando satisfações a população. Estando presentes em escolas, eventos, igrejas, velórios, participando em reuniões e outros”, concluiu.

Comments

comments

Postado em 8, junho, 2017