Prefeitura pagou R$ 488 mil a L.C.P. em abril - Jornal VOZ de IBIÚNA

Prefeitura pagou R$ 488 mil a L.C.P. em abril

Segundo o site do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP), no Portal da Transparência, os primeiros pagamentos à L.C.P. Transportadora pela Prefeitura de Ibiúna foram realizados em abril deste ano. Pela consulta realizada pelo jornal, no referido mês, a prefeitura pagou nove empenhos totalizando R$ 488.235,60. O Tribunal ainda não divulgou as movimentações de maio. Do valor pago, cerca de R$ 45 mil corresponde a passe de alunos, o restante refere-se a vale transporte dos funcionários municipais, ou seja R$ 443 mil.

Levando em consideração que a L.C.P. Transportadora iniciou as atividades no início do mês de fevereiro (no dia 4), e os pagamentos foram realizados – segundo o site do Tribunal de Contas – em abril, em média, nesse início de ano, a Prefeitura desembolsou R$ 244.117.80 por mês para a L.C.P, supostamente referentes aos serviços liquidados em fevereiro e março, do transporte de funcionários e de alunos.

Ainda segundo o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, no Portal da Transparência do órgão, no ano de 2016, quando a responsável pelos serviços do transporte coletivo era a Viação Raposo Tavares, a Prefeitura desembolsou, de janeiro a dezembro, R$ 2.067.393,60. O valor corresponde a, aproximadamente, R$ 172.200,00 mensais. Vale lembrar que a tarifa de ônibus de 2016 para 2017 continua R$ 3,60. No total liquidado no ano de 2016, em que a administração considera o serviço prestado mas não necessariamente pago, o valor foi de R$ 2.199.945.60, equivalente a R$ 183.328,80 por mês.

O VOZ comparou ainda com 2015, quando o valor pago a Viação Raposo Tavares foi de R$ 1,5 milhões. No entanto, naquele ano, a Viação Raposo Tavares passou a operar a partir do mês de fevereiro e a tarifa de ônibus era de R$ 3,20. Em média, mesmo com o valor tarifário abaixo, a Prefeitura desembolsou cerca de R$ 137 mil por mês. A diferença de 2016 para 2015 foi de, aproximadamente, 25% – acima do aumento da tarifa, que de R$ 3,20 saltou para R$ 3,60, ou seja, 12,5%.

Se mantiver a média dos primeiros dois meses de operação de 2017, a L.C.P. Transportadora, mesmo realizando os serviços cobrando a tarifa de 2016 (R$ 3,60), o valor pago pela Prefeitura estará bem acima da média de crescimento: 41% superior ao valor desembolsado a média mensal em 2016. Segundo a informação do Tribunal de Contas, o valor empenhado até abril é de pouco mais de R$ 746 mil. Se o montante se referir, apenas, aos três primeiros meses da operação da L.C.P. a média será de: R$ 248 mil.

Postado em 8, junho, 2017

Comente!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>