Nota de Esclarecimento  | Jornal VOZ de IBIÚNA

Nota de Esclarecimento 

Muito oportunismo político tem sido usado contra a Revisão da Planta Genérica de Valores do município, que estava defasada há mais de 15 anos, sem qualquer ajuste ou revisão. Como prefeito, tenho a obrigação de zelar pela cidade e para isso tenho prerrogativas constitucionais para propor medidas em benefício da população. E coragem é um atributo indispensável para isso. 
Encontramos a Prefeitura de Ibiúna arrebentada sob o ponto de vista financeiro e administrativo, com mais de R$ 120 milhões em dívidas. Nossa cidade – a maior de toda a região – tem uma arrecadação muito aquém do necessário para custear os serviços necessários a população, isto porque o oportunismo político sempre esteve acima dos interesses coletivos. Embora tenhamos a maior extensão territorial, o que encarece os custos de manutenção de estradas, coleta de lixo, transporte em geral e também para atendimento de saúde e educação, somos o município da região com a menor arrecadação per capita. Enquanto municípios como Vargem Grande Paulista, São Roque e Mairinque arrecadaram, entre janeiro e outubro deste ano, entre R$ 2.400 a R$ 2.540 por habitante, Ibiúna alcançou R$ 1.900. Com toda a dificuldade de ser cinco vezes maior do que Mairinque, por exemplo, Ibiúna ainda conta com hospital municipal com atendimento 100% público – o único da região – e com o maior quadro efetivo do funcionalismo, principalmente na área da educação fundamental, mas com arrecadação por habitante 25% inferior.
Em outras palavras, temos o maior território, os maiores custos de serviços e a menor receita. Se fosse uma empresa, principalmente pelos desmandos do passado, nossa Prefeitura já estaria fechada. Estamos trabalhando com muita seriedade para reverter este quadro, para equalizar as contas e promover os investimentos que o município tanto precisa. Para isso, a atualização da Planta Genérica de Valores é um procedimento primordial, afinal a nossa é a mais defasada de toda a região também. É injusto uma propriedade com valor de mercado de R$ 1 milhão ter cadastro na prefeitura como um imóvel avaliado em R$ 150 mil, para ocultar o pagamento correto do imposto. E isso acontece, em nossos cadastros, principalmente, em áreas de condomínios de luxo e de alto poder aquisitivo. 
Estamos cortando despesas e buscando os meios para que nossa receita seja mais próxima possível da realidade de um município que tem cerca de 100 mil habitantes em fins de semana e feriados prolongados. Estamos buscando nada mais do que a justiça econômica para Ibiúna, para que possa ser revertida em justiça social, principalmente àqueles que mais precisam. Certamente, a população verá o resultado de nossas ações em pouco tempo e, em 2018, já teremos motivos para comemorar, como a entrega das 188 casas do CDHU Jemima, obra que iniciou há mais de 10 anos e não foi concluída; construção da nossa nova Delegacia, melhorias nas estradas, recuperação das vicinais, como a Estrada do Verava, asfalto nos bairros, obras de saneamento, retomada das obras da Ciclovia na marginal, início do Programa Saúde da Família (PSF) com 20 equipes, instalação de empresas e infraestrutura no Polo Industrial, implantação em Ibiúna de um polo da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) para a qualificação dos nossos jovens, melhorias no centro da cidade, readequação e reformas em diversas escolas do município e muitas outras benfeitorias para melhorar a qualidade de vida de cada cidadão ibiunense. Isso só será possível porque estamos trabalhando com seriedade e coragem.
Por fim, quero pedir que a população continue acreditando em nosso trabalho. Foi um ano de ajustes, adaptações e cortes de despesas; assumimos o orçamento proposto pela gestão anterior. 2018 será diferente, promoveremos mais investimentos, teremos uma arrecadação mais justa e, com as medidas que tomamos este ano, será possível imprimir a marca da nossa administração, com seriedade, coragem e transparência. Podem ter certeza, as decisões que tomamos hoje terá reflexo positivo em um futuro próximo e o maior beneficiado será você, ibiunense!
Um feliz Natal e um próspero Ano-Novo, com as bênçãos de Deus à sua família e a nossa cidade.
João Mello
Prefeito

Comments

comments

Postado em 14, dezembro, 2017