Distrações da alma | Jornal VOZ de IBIÚNA

Distrações da alma

Claudino Piletti

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, numa recente entrevista, indagado como via a tentativa do Lula de voltar a se candidatar, respondeu: “… nem sei se ele realmente quer. Talvez até queira, porque não sei se ele tem na alma outras distrações, outras coisas.” (Folha de S. Paulo, 25/03/2017:A8)

Eu também não sei se ele tem na alma outras distrações, outras coisas além da política, das propinas e do brincar de rato e gato com a justiça. Essas distrações, porém, não são privilégio do Lula, mas da maioria dos nossos representantes. Tal é a pobreza de suas almas, que transformaram a política nessa coisa lamentável que está aí. Tão lamentável que para o escritor americano George Jean Nathan (1882-1956), ela virou distração de pessoas vulgares que, quando se dão bem, tornam-se importante fonte de distração para pessoas ainda mais vulgares.

Mas, felizmente, o número de pessoas vulgares está diminuindo em nosso país. É cada vez menor o número dos que se distraem com as sandices proferidas pelos nossos políticos. Oxalá eles percebam e passem a ter na alma outras distrações tais como ler, pensar e escrever. Essas, aliás, são boas distrações para os tediosos dias de cadeia, hoje a segunda casa de nossos principais políticos.

A propósito, perguntaria ao Lula: Quantos livros leu na vida? Que pensamentos, além da política, distraem sua alma? O que andou escrevendo ultimamente? Pensa em escrever algo mais? Quais seus escritores preferidos? Em seguida, diria a ele que gostaria muito de poder distrair minha alma com suas famosas palestras pelas quais recebeu 27 milhões de reais. Pelo preço, devem ser ótimas.

Ótimo mesmo é ter na alma muitas distrações. Assim deixa-se menos espaço para coisas indignas de ocupa-la, como ódio, inveja, orgulho, vaidade, etc. Pessoas que têm na alma distrações como ler, pensar e escrever deixam menos espaço para aquilo que não presta.

E, caro leitor, uma das distrações da minha alma é escrever coisas como esse texto que, espero, tenha distraído um pouco a sua alma.
Meus parabéns ao VOZ de IBIÚNA por completar, nesse 1º de maio, 28 anos oferecendo boas distrações aos seus leitores.

Comments

comments

Postado em 5, maio, 2017